3526-6966
3541-0120

GUARÁ I – QE 01, Área Especial, Lote F, Salas 206, 207, Ed. Centro Clínico.

RESULTADOS
DE EXAMES

INÍCIO

Z

O VITRIUM

b

EXAMES

CONVÊNIOS

v

AGENDAMENTO

HPV

BIOLOGIA MOLECULAR

Preço Popular e Máxima Qualidade no Atendimento.

Captura Híbrida:

  • Painel de Hibridização para HPV de baixo e alto risco;
  • Painel de Hibridização para Chlamydia Trachomatis;
  • Painel de Hibridização para Neisseria Gonorrhoeae.

PCR – Reação em Cadeia de Polimerase:

  • HPV Amplificação de DNA viral
  • Chlamydia – Amplificação de DNA bacteriano
  • Gonococo – Amplificação de DNA bacteriano
  • PAINEL INFECCIOSO – Amplificação de DNA para:

  • – Mycoplasma Homini

    – Mycoplasma Genitaliaum

    – Ureaplasma Urealyticum

    – Ureaplasma Parvum

    – Trichomonas Vaginalis

    – Neisseria Gonorrhoeae

    – Chlamydia Trachomatis

Genotipagem para HPV:

  • Isolamento e identificação de sorotipo grupo específico para HPV de alto risco.

SAIBA MAIS SOBRE O HPV

Estima-se que, pelo menos, 50% dos indivíduos sexualmente ativos irão entrar em contato com o HPV (Papiloma Vírus Humano), em algum momento de suas vidas, e que 80% das mulheres terão esse contato até os 50 anos de idade.

Divulgação da OMS pelo Instituto Catalão d’Oncologia de 2014 demonstrou uma prevalência de 14%, para o Brasil, da presença do vírus do HPV, em mulheres com citologia normal.

Estudos realizados no Brasil encontram positividade para o HPV na população geral de 21 a 48 %, sendo o HPV de alto risco encontrado em 48 a 53% das amostras. 

Estudos mostraram, também, que a realização do Papanicolau e/ou a Citologia em Meio Líquido, em combinação com o teste de HPV captura híbrida, detecta a causa da doença do colo uterino e o câncer de alto grau, com sensibilidade, em alguns casos, de até 100%.

Assim é possível evitar procedimentos invasivos de diagnóstico como colposcopia e biópsia, além de tratamentos desnecessários de lesões com probabilidade de regressão, tendo consequências adversas relacionadas a custos e potencialmente a resultados não reprodutivos (boletim de prática ACOG num 131: triagem para o câncer do colo do útero). 

Sendo assim, o objetivo de qualquer co-teste de HPV é identificar infecção persistente por HPV de alto risco (grupo B)

A importância da realização do teste de biologia molecular (captura híbrida) para detecção de Clamydia, precocemente, em mulheres sexualmente ativas, evitando patologias que deixam sequelas severas para o aparelho reprodutor feminino como Doença Inflamatória Pélvica (DIP), que pode levar a infertilidade e gravidez ectópica.

Essa infecção é assintomática em 75% das mulheres e pelo menos em 50% dos homens. 

O Laboratório Vitrium

Há quase 10 anos oferecemos o melhor em medicina diagnóstica, o que nos garantiu a Participação e Certificação dos Programas SBAC–PNCQ (Sociedade Brasileira de Análises Clínicas e Programa Nacional de Controle de Qualidade). Contamos com especialistas experientes, ambiente confortável e agilidade na entrega dos resultados de exames.

Ligar
Whatsapp